top of page
  • Foto do escritorAlexandra Gomes

A mudança é a única constante da vida…


A vida não é estática e a mudança, a ela associada, está continuamente presente.


A expressão “A mudança é a única constante da vida” reflete a natureza dinâmica e inconstante da existência. Esta ideia relaciona-se com a percepção e a vivência de que tudo está num processo contínuo de transformação e evolução.


A um nível mais profundo, o Universo, a Natureza, da qual fazemos parte, está em constante movimento e mudança. As Leis da Física e os processos naturais evidenciam que nada permanece estático. Tudo na vida tem um ciclo de vida, desde os organismos individuais até às estruturas sociais e culturais. Nascemos, crescemos, evoluímos e morremos. As organizações e as sociedades também passam por estádios semelhantes de início, meio e fim.


Da pertinaz mudança a que estamos sujeitos e à qual pertencemos, surge a constante capacidade de adaptação a novas circunstâncias que nos é pedida, para a nossa sobrevivência. Para uns é mais fácil, para outros a resistência é enorme e a forma como é acolhida essa mudança em muito determina a maior ou menor prosperidade vital.


A qualidade do progresso humano é impulsionada pela busca constante de novas ideias, renovações e descobertas. Isto leva a mudanças em diversos campos, desde avanços tecnológicos a desenvolvimentos sociais.


Também as filosofias orientais, como o budismo, enfatizam a impermanência como uma característica fundamental da realidade. Nada é permanente e aceitar essa natureza transitória leva a uma compreensão mais profunda da existência.


Por isso, aceitar a mudança como uma constante ajuda-nos a lidar melhor com as naturais transições de vida, suaviza o medo do desconhecido e promove uma mentalidade mais flexível. Isto não significa que a mudança seja fácil, mas reconhecer a sua natureza inevitável é um guia valioso para enfrentar os desafios da vida.


Afinal, “se não mudares a tua vida, a tua vida muda por ti”!

 

27 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

O papel da literacia financeira no desenvolvimento infantil

A incorporação de conhecimentos sólidos em Literacia Financeira (LF) é fundamental para o sucesso da Educação e para o exercício pleno da cidadania. Segundo a OCDE (Organização para a Cooperação e Des

“As máscaras que não queremos tirar”

Estamos em época carnavalesca e esta é uma fase em que também os adultos aproveitam para se fantasiar de personagens que gostavam de ter sido ou de figuras que lhes permitam ser quem naturalmente não

bottom of page