top of page
  • Foto do escritorAlexandra Gomes

As Novas Crianças e a sua Educação

A Humanidade está a sofrer uma evolução cada vez mais visível e rápida. Desde há uns anos que as mudanças são muitas, intensas e inesperadas, sendo visíveis, também, nas crianças que nascem. Estas têm algo especial, são mais perspicazes, sensíveis, determinadas e eficazes.


Também para os pais dos dias de hoje é desafiante o exercício da parentalidade. Por este motivo, é fundamental desenvolver a empatia para com estas crianças, compreender as suas características únicas e encontrar uma forma de ajudá-las a desenvolverem-se e a florescerem naturalmente, permitindo-lhes o contacto frequente com a Natureza, sem medicações ou qualquer outra forma de desrespeito pelo seu desenvolvimento e a sua evolução. Desta forma, contando com a colaboração de profissionais especializados, se assim os pais o considerarem, as crianças são ajudadas a desenvolver e a alcançar naturalmente o seu máximo potencial.


Estas novas crianças são tendencialmente líderes naturais, independentes e questionadoras. Elas têm muita energia e podem ter dificuldades em adaptarem-se às regras e às estruturas tradicionais da escola e da sociedade, chegando a desafiar a autoridade dos adultos. Por vezes, com prejudicial ligeireza, são diagnosticadas com Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção (PHDA) ou Perturbação do Espectro do Autismo, não abonando a favor do seu desenvolvimento, o tratamento prescrito.


Em suma, as crianças dos tempos de hoje têm algumas dificuldades de adaptação às expectativas sociais, precisando de um ambiente de maior apoio e compreensão para terem um desenvolvimento sadio e equilibrado e, assim, construírem um mundo melhor.

36 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Como atuar quando as crianças têm pesadelos frequentes?

Como foi referido num artigo anterior, os pesadelos recorrentes em crianças podem ser causados por uma variedade de fatores, perante os quais é necessário atuar com sensibilidade e cuidado, de forma a

Comments


bottom of page