top of page
  • Foto do escritorAlexandra Gomes

Benefícios do exercício físico na gestão emocional


É de conhecimento geral que a prática de exercício físico é benéfica para a saúde e para o bem-estar físico. Esta prática tem, também, influência na gestão emocional e no bem-estar psicológico. Segundo a psicóloga Ana Graça, investigadora da Universidade do Minho, a prática de atividade física regular, desde cedo, ajuda a promover o bem-estar psicológico e reduz o stress, a ansiedade e a depressão.


Uma vez que estes efeitos estão relacionados com o padrão químico cerebral associado a estados de bem-estar e felicidade, nestes estados há a prevalência de neurotransmissores e hormonas, tais como a serotonina e a dopamina. Associado a esta conexão está a prática de atividade desportiva. Por exemplo, involuntariamente quando o estado de felicidade implica o sorriso e a descontração dos músculos; a preocupação ou a raiva expressa-se com o enrugar da testa e a tensão corporal.

Baseando-se nesta ligação, a Psicóloga Ana Graça considera que os músculos podem modelar os estados emocionais e, por isso, é muito importante a prática diária de exercício físico na expressão emocional, particularmente:


- Exercícios como corrida, andar de bicicleta ou cardiofitness promovem estados emocionais de alegria e euforia, pois ativam a libertação de endorfinas, dopaminas e serotoninas;


- A prática de atividade física aumenta os níveis de energia, tendo um efeito revigorante na superação dos desafios diários;


- A realização de exercícios respiratórios e alongamentos contribui para uma maior sensação de bem-estar, segurança, humor, calma e confiança;


- A prática de exercício físico é benéfica para o bom desempenho das funções cognitivas, aumentando a atenção, a concentração, a motivação e a criatividade.


Em síntese, a procura por um maior equilíbrio emocional, pelo aumento da autoestima e por estados mais energéticos passa pela prática regular de exercício físico adequado ao perfil de cada um.


78 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Crianças desafiantes, pais inquietos: o que fazer?

Lidar com crianças desafiantes pode ser uma tarefa difícil e exaustiva para os pais.  Estes enfrentam uma multiplicidade emocional perante os desafios associados, sentindo-se física e emocionalmente d

Como pode a escola formar alunos felizes?

A escola desempenha um papel crucial na formação de alunos felizes, não apenas fornecendo conhecimento académico, mas também promovendo competências sociais, emocionais e pessoais. Várias são as estra

Comments


bottom of page