top of page
  • Foto do escritorAlexandra Gomes

“Era uma vez no meu tempo…” A importância da partilha de histórias vividas dos avós aos netos


A partilha de histórias entre avós e netos é uma prática rica e significativa, que atravessa gerações e culturas, desempenhando um papel crucial na transmissão de valores, conhecimento e identidade familiar. Esta tradição, muitas vezes chamada de "história oral", tem várias implicações e benefícios.


Ao contar histórias do passado, os avós ajudam a preservar a história e a cultura da família e da comunidade. Essas narrativas fornecem um contexto histórico que nem sempre está presente nos livros didáticos ou nos meios de comunicação social. Por exemplo, histórias sobre como era a vida em tempos de guerra, como as tradições eram celebradas ou como eram os costumes sociais, oferecem uma visão valiosa do passado.


A partilha de histórias também fortalece os laços entre avós e netos. Estes momentos criam uma conexão emocional profunda, assente na confiança e no afeto. Os netos frequentemente veem os avós como fontes de sabedoria e experiência, o que aumenta o respeito mútuo e o sentimento de pertença familiar. Essas histórias, muitas vezes, abarcam lições importantes sobre resiliência, trabalho árduo, moralidade e ética. Relatos sobre superação de desafios, tomadas de decisão difíceis e momentos de alegria e tristeza ajudam os netos a aprender lições valiosas de vida de uma maneira envolvente e memorável. Além disso, escutar histórias contadas pelos avós estimula a imaginação das crianças e melhora suas habilidades linguísticas. As narrativas, repletas de detalhes vívidos e emocionantes, ajudam os netos a desenvolverem um maior vocabulário, melhor compreensão auditiva e habilidades narrativas próprias.


Por último, a partilha de histórias contribui para a manutenção da memória coletiva de uma família ou comunidade. As histórias ajudam a formar uma identidade comum e um senso de continuidade entre as gerações, mantendo vivas as memórias de antepassados e eventos significativos.


Vários podem ser os exemplos de relatos dos avós para os netos, entre eles:


1. Histórias de Infância e Juventude (como eram as brincadeiras, a escola e as amizades no tempo dos avós);


2. Histórias de Trabalho (narrativas sobre as profissões e as dificuldades enfrentadas no trabalho);


3. Eventos Históricos (relatos de acontecimentos históricos importantes que os avós vivenciaram);


4. Tradições e Festividades (descrição de como certas festas e tradições eram celebradas).

 

A prática de contar histórias é uma tradição que merece ser valorizada e mantida. Os avós, como guardiões de memórias e experiências, desempenham um papel insubstituível na educação e na formação dos netos. Ao partilhar suas histórias, não só entretêm, mas também educam, inspiram e reforçam os laços familiares, perpetuando uma herança rica que as gerações futuras levarão consigo.

16 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Como ajudar os jovens a lidar com a frustração

Quando os jovens se sentem frustrados é crucial entender a fonte da frustração e ajudá-los a desenvolver mecanismos saudáveis para lidar com ela. Várias são as situações que podem causar frustração no

Comentários


bottom of page