• Pedro Botelho

Estratégias e hábitos para a alimentação saudável dos seus filhos

Uma pergunta recorrente dos pais atualmente é como poderão ajudar os seus filhos a terem uma alimentação mais equilibrada.


A resposta poderia ser resumida numa frase, pois dando o seu bom exemplo, já estariam a iniciar esta missão com o pé direito. Por isso, se quando chegar a casa ao fim do dia, comentar que não teve tempo para almoçar e que por isso comeu um croissant da máquina de vending ou um rissol e bebeu uma cola, então não se poderá queixar se o seu filho lhe seguir os passos. Comer bem é mais do que acompanhar a refeição com salada de alface. Por isso, se quer que os seus filhos tenham bons hábitos, esse desafio terá forçosamente de começar com os seus próprios hábitos.


Assim, comece o dia com um bom pequeno-almoço em família (dentro do possível), não salte refeições e organize muito bem aquilo que o seu filho irá levar para a escola.


Tendo em conta o contexto de vida de stress em que todos estamos emersos, deixo aqui algumas estratégias para a melhoria dos hábitos alimentares:


• Não tenha em casa produtos que os façam desviar dos bons hábitos: bolachas, chocolates, batatas-fritas, snacks, refrigerantes;


• Evite alimentos fritos;


• Remova toda a gordura visível da carne;


• Estimule o consumo de frutas e produtos integrais;


• As refeições devem ter sempre vegetais;


• Disponibilize somente água e chás;


• Evite que as refeições sejam feitas com a televisão ou computador ligados e sempre longe do telemóvel;


• Estimule a família a conhecer novos sabores e texturas dos alimentos;


• Permita que os seus filhos façam parte do processo de escolha alimentar, ajudando-os a perceber o que é saudável e motivando-os de forma a que desenvolvam o espírito crítico sobre a alimentação;


• Evite alimentos pré-confecionados ou muito industrializados;


Respeitando os nossos filhos e as suas escolhas, mas oferecendo-lhes refeições saudáveis, irá estar a promover a saúde e o bem-estar e ajudá-los a prevenir doenças tais como diabetes, hipertensão, cardiopatias, que são tão frequentes nas crianças jovens e adultos atualmente.

Estes hábitos irão dar-lhes consciência do que é uma alimentação equilibrada e variada, promotora de saúde e bem-estar.


39 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

O Cálcio – elemento essencial para o crescimento

Continuando a nossa viagem pelos elementos que se configuram como indispensáveis para o crescimento na infância, hoje é a vez de falarmos sobre o cálcio. O cálcio é considerado essencial para o cresci

A Vitamina D e o seu papel fundamental no crescimento

A vitamina D tem como grande função a promoção da fixação do cálcio, solidificando a estrutura óssea. Este nutriente desempenha um papel estratégico na atividade de sistemas tais como o imunológico, o