top of page
  • Foto do escritorAlexandra Gomes

O papel das férias escolares na promoção da saúde mental das crianças e dos jovens


As férias escolares estão aí e entre vários benefícios para quem delas usufrui – neste caso as crianças e os jovens – elas têm um papel crucial na promoção da sua saúde mental.


Durante o período escolar as crianças e os jovens estão sob constante pressão devido aos momentos de avaliação, às tarefas escolares em casa e a outras responsabilidades académicas. As férias proporcionam uma pausa necessária, permitindo que relaxem e recarreguem as energias, ajudando a reduzir os níveis de stresse e ansiedade.


O horário escolar pode perturbar os padrões de sono, especialmente para adolescentes que naturalmente tendem a dormir e acordar mais tarde. Durante as férias, estes podem ajustar os seus horários de sono, o que melhora a sua qualidade e, consequentemente, a saúde mental.


Com uma noite de sono bem dormida, as crianças e os jovens despertam mais disponíveis emocionalmente para usufruir da prática de atividades ao ar livre e de desportos, benéficos para a saúde física e mental. Por si só, a atividade física regular liberta endorfinas, que melhoram o humor e reduzem os sintomas depressivos.


Por sua vez, as férias permitem mais tempo para interações sociais com familiares e amigos. Fortalecer esses laços é essencial para a saúde emocional e proporciona um sistema de suporte que ajuda a gerir os desafios emocionais.


Durante as férias, os pais, para assegurarem que as crianças passam o seu tempo seguras e positivamente ocupadas, tendem a inscrevê-las em campos de férias, oficinas ou workshops de várias temáticas. Esta representa uma oportunidade que não só enriquece as experiências de vida das crianças, como contribui para o sentido de realização e promoção da autoestima.


O tempo livre também permite que as crianças usem sua imaginação e criatividade em atividades não estruturadas, como brincar livremente, desenhar ou escrever, sendo vital para o seu desenvolvimento cognitivo e emocional.


Muitas vezes, as férias permitem um maior contato com a natureza, seja através de viagens ou atividades ao ar livre. O contato com ambientes naturais está associado à diminuição da ansiedade e ao aumento do bom-humor.


Por último, o tempo longe das pressões escolares dá aos jovens a oportunidade de refletir sobre as suas experiências e os seus sentimentos, promovendo o autoconhecimento e ajudando-os a desenvolver estratégias de copping eficazes.


Em suma, as férias escolares são fundamentais para a saúde mental das crianças e jovens, proporcionando um equilíbrio necessário entre estudo e descanso. Promover um período de férias bem aproveitado pode resultar em estudantes mais felizes, saudáveis e preparados para enfrentar os desafios do próximo ano letivo.

 

37 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Como ajudar os jovens a lidar com a frustração

Quando os jovens se sentem frustrados é crucial entender a fonte da frustração e ajudá-los a desenvolver mecanismos saudáveis para lidar com ela. Várias são as situações que podem causar frustração no

Commentaires


bottom of page