• Alexandra Gomes

Porque é importante dizer “não” aos filhos

Na atualidade, surgem cada vez mais educadores inquietos com a incapacidade das crianças em lidar com a frustração.


Se, com algumas crianças, a situação se prende com o perfecionismo inerente a si próprias, com outras, passa pela forma como os pais se colocam perante os “quereres” das mesmas.


Uma das premissas da educação é a importância do dizer “não” para o estabelecimento de limites. Esta também é uma das maiores dificuldades na educação parental. Não raramente, os pais consideram que dizer não aos filhos é algo negativo, prejudicial e oposto à formação da criança.


Na verdade, segundo o Psicólogo Luís Fabrício, saber dizer não é uma boa ferramenta para “impor limites naturais”, necessários à vivência quotidiana. Ao dizer não à criança, esta sentir-se-á naturalmente insatisfeita e frustrada, mas, sendo uma frustração controlada, não se transformará numa criança infeliz.


Nem sempre a colocação de limites acontece porque os pais sentem-se culpados ao colocá-los e acabam por ser permissivos em demasia, tentando compensar algo que pensam estar a faltar, através do excesso de presentes ou de alimentos pouco saudáveis.


A psicanalista (2020) Helena Barreto refere que dizer não é um ato de amor para com os filhos e, por isso, deve encorajar os pais a fazê-lo pois, desta forma, transformam-se em adultos capazes de enfrentar com maior grau de tolerância e resiliência, as frustrações ao longo da vida, transformando as situações negativas, em positivas e de aprendizagem. E assim se aprende a viver!

72 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

A felicidade de ter um filho e o desejo que ele cresça e seja feliz é grandioso e sem limites. O amor é incondicional e o medo que algo de mal lhe aconteça é diretamente proporcional. As emoções sobre

As crianças, como seres especiais e únicos que são, comunicam das mais variadas formas, seja através do comportamento ou da postura corporal, seja através de brincadeiras ou até mesmo de uma linguagem

“A educação financeira é um elemento fundamental na educação”. Quem o diz são os autores da obra literária, intitulada “Educação Financeira na Escola” (Ed. Paco & Littera). Conceitos como “endividamen