top of page
  • Foto do escritorAlexandra Gomes

Quando a natureza se inverte: uma história inspiradora

A natureza por vezes, aos olhos humanos, torna-se pouco natural e inverte-se.


Esta é a história (real) de uma mãe que há pouco mais de um ano, inesperadamente perdeu o seu filho, vítima de um acidente de viação.


O João (nome fictício) era um jovem com uma carreira profissional antecipadamente de sucesso, um sonhador e um apaziguador…. Inspirava familiares, amigos e colegas com a sua forma de abraçar a vida.


Naquele fim de tarde, a natureza manifestou-se e pareceu invertida, ao terminar um ciclo de quem “ainda devia ter ficado”. Como todas as perdas, como todos os lutos, a dor instaurou-se e derramou-se pelos corações dos pais, irmãos, namorada, amigos, tios, avós, vizinhos, conhecidos, todos quantos o conheciam.


“Um rapaz tão novo, com um futuro pela frente… Como pode ser possível?”


Os dias foram passando e o luto, que diariamente estava presente nos corações daqueles pais qua ainda tinham tantos sonhos para o João, manifestava-se sob a forma de mágoa, frustração, vazio, tristeza, angústia e desesperança… Tudo parecia ter perdido o sentido…


Mas, porque o tempo não para, os dias continuaram a passar e cada dia é feito de escolhas, os pais do João, sempre recordando o sorriso deste seu filho, escolheram expressar o seu amor por ele e perpetuar a sua presença nas suas vidas, sob a forma de amor! Um amor que o faz presente no quotidiano, que recorda conquistas com o mesmo orgulho, que acolhe o seu sorriso como se fosse de agora e que o ama desapegadamente, partilhando as suas histórias e os seus audazes conselhos.


Neste mês de dezembro, o mês da Natividade, os pais do J. inspiram os corações mais adormecidos e resignados, através dos seus sorrisos e da sua vontade em irradiar a alegria do J., fazendo-o nascer de novo nos corações de cada um!

Feliz mês de dezembro!

65 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

A dificuldade em cumprir as resoluções de Ano Novo

O Ano Novo começou e com ele as inúmeras resoluções para que este ano seja “O Ano”. No entanto, ano após ano, as metas que em janeiro pareciam ter tanta força…ficam no papel. O que parece fácil no iní

A importância de ter um Propósito de Vida

O ano está a terminar e, nesta altura, a maioria das pessoas faz uma retrospetiva sobre o ano a findar, as conquistas realizadas, as perdas vivenciadas e as aprendizagens obtidas para, no final, atrib

bottom of page