top of page
  • Foto do escritorAlexandra Gomes

Alunos cansados no final do ano letivo: como motivar


O ano letivo está a terminar e os alunos manifestam sinais de cansaço. Contudo, para além das aulas ainda não terminarem, aguardam-lhes exames, provas de aferição e as provas de avaliação.


Motivar os alunos cansados no final do ano letivo pode ser um desafio, mas existem algumas estratégias adicionais que pais e professores podem utilizar para ajudar os alunos.


1. Reconhecer o esforço deles. Começar por reconhecer o trabalho que os alunos fizeram ao longo do ano. Destacar as suas conquistas individuais e coletivas para que se sintam valorizados e orgulhosos do que alcançaram.


2. Ajudar a estabelecer metas claras (realistas e alcançáveis). Para o final do ano letivo, ajudar os alunos, dividir as tarefas em partes menores e mais gerenciáveis. Desta forma, sentir-se-ão a progredir e motivados a continuar.


3. Fazer conexões com a vida real. Demonstrar a relevância dos conteúdos académicos na vida dos alunos, explicando como os conhecimentos adquiridos podem ser aplicados em situações reais e como isso pode beneficiá-los para o futuro.


4. Variar as atividades. Introduzir atividades interativas e divertidas para manter os alunos motivados. Recorrer a jogos, debates, projetos em grupos, entre outras atividades que estimulem a sua participação ativa nas aulas.


5. Conectar emocionalmente com os alunos. Estabelecer um relacionamento positivo com os alunos e expressar interesse genuíno pelos mesmos, pelas suas vidas e preocupações. Escutar as suas opiniões e estar disponível para conversas informais.


6. Comunicar as expectativas claramente. Certificar-se que os alunos compreendem as expectativas para o final do ano letivo: objetivos finais, habilidades desenvolvidas e forma de avaliação. Desta forma criar-se-á clareza e dar-se-á aos alunos um senso de propósito.


Cada aluno é único e pode ser motivado de formas diferentes por isso é importante adaptar estas estratégias às necessidades individuais de cada um, ajudando-os a vivenciar o final do ano letivo de forma mais motivada.

63 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

O risco social do défice de comprometimento humano

Quando se fala em “défice de comprometimento humano” entende-se, de forma mais ampla, como a forma de relacionamento enfraquecida entre as pessoas em diversos contextos sociais, profissionais e ambien

Quando as crianças exigem demais delas próprias

“Perfecionismo”: característica humana, segundo a qual são estabelecidos altos padrões de desempenho, acompanhados por avaliações muito críticas e pela intransigência perante falhas ou erros; elevado

Ensinar a bondade às crianças em tempos de guerra

Em pleno século XXI, vários são os conflitos e as guerras geradores de ainda mais medo e agressividade entre nós. Estes, não se cingem aos armados, mas também aos de valores, como uma característica s

Comentários


bottom of page