• Encontros com a Educação

Estratégias para melhorar a capacidade de memória do seu filho

A memória é uma parte importante na construção de uma base sólida para a aprendizagem, tanto em sala de aula como não só. Ter uma grande memória pode ajudar o seu filho a fazer melhor na escola, a ter um bom desempenho em testes e a obter melhores notas.


Mas as capacidades de memória afiadas não são algo com que as pessoas nascem - estas capacidades desenvolvem-se e melhoram quanto mais são usadas.


Como qualquer outra habilidade, a prática faz a perfeição.


Para melhor entender os exercícios que o desafiamos a concretizar, importa entender que a memória se divide em duas partes:


A memória de curto prazo que se define como a capacidade de uma pessoa reter uma pequena quantidade de informação ativa por um determinado período.


A memória de longo prazo é a capacidade de manter a informação ativa durante um largo período. A memoria de longo prazo está intimamente relacionada e ligada com a memória de curto prazo.


As táticas que abaixo se apresentam têm como objetivo converter as aprendizagens/informação adquirida pelo seu filho num estado de memória de curto prazo, para um estado de memória de longo prazo.


1. INCENTIVE À INTERROGAÇÃO

Compreender um assunto é o primeiro passo para solidificar matérias de estudo. Encorajar o seu filho a fazer perguntas ajuda a garantir que ele ou ela está a desenvolver uma compreensão mais profunda do tema. Isto também ajuda os alunos a desenvolver em pensamento crítico e capacidades de resolução de problemas.


2. DESENVOLVA RIMAS E CANÇÕES

Ajude o seu filho a fazer uma rima, poema ou canção a partir da informação que ele ou ela está a aprender. Os nossos cérebros estão ligados para lembrar música e padrões, por isso usar música ou rimas pode ajudar o seu filho a melhorar a sua memória e a recordar.


3. INCENTIVE À INVESTIGAÇÃO

Encoraje o seu filho a adotar metodologias de investigação sobre a matéria que está a aprender, fazendo pesquisas na internet, deslocações à biblioteca municipal para pesquisar livros ou vídeos relacionados e complementares com a matéria. Promova visitas a museus, galerias de arte ou centros interpretativos. Fazer interessar o seu filho pelas matérias em aprendizagem, através de iniciativas complementares às da sala de aula, motiva e fará com que as matérias sejam mais fáceis de recordar no futuro.


4. INCENTIVAR À APRENDIZAGEM ATIVA

Torne a aprendizagem mais envolvente para o seu filho, discutindo sobre diferentes tópicos, perguntando ao seu filho o que pensa. Isto encoraja os alunos a manter a informação na sua mente tempo suficiente para responder a perguntas sobre isso, ajudando-os a desenvolver habilidades de pensamento crítico, enquanto melhoram o poder da memória.


5. TÉCNICAS VISUAIS

Encoraje o seu filho a usar técnicas visuais para o ajudar a lembrar-se de informações que foram lidas ou ouvidas recentemente. Crie flashcards que incluam palavras ou imagens — estes podem ser usados para combinar exercícios ou para praticar definições de palavras.


6. INCENTIVE O SEUS FILHO A DESENVOLVER OS SEUS PRÓPRIOS EXEMPLOS

Quando o seu filho cria os seus próprios exemplos relacionando-o com as suas experiências pessoais, torna o processamento do material muito mais fácil. Conectar o material de uma forma significativa ajuda o seu filho a lembrar-se da informação.


7. CRIE MAPAS MENTAIS

Crie um mapa mental de várias ideias e como se relacionam entre si. Construir ligações entre palavras e tópicos ajuda as crianças a envolverem-se ativamente com a matéria e a desenvolver uma compreensão mais profunda, que é uma parte importante da memória.


8. FAÇA UMA LISTA DE PALAVRAS-CHAVE PARA UMA IDEIA OU ASSUNTO

Crie uma lista de palavras e use-a para construir associações entre cada uma das palavras e conceitos. Quanto mais distintas forem as associações, mais fáceis serão para o seu filho se lembrar.


9. PEÇA AO SEU FILHO PARA O ENSINAR

Solicite ao seu filho, de forma frequente, que lhe explique a informação que está a aprender. Analise a precisão e o quanto ele se recorda. De seguida façam, em conjunto, uma revisão de todos os tópicos que verificou imprecisão ou que ele não se recordava ou não tinha certeza.


10. USE TODOS OS SENTIDOS

Tenha uma abordagem multissensorial para aprender usando a visão, o toque e o som (ler em voz alta, ter uma conversa e use adereços). Isto ajuda a envolver e facilita a ligação dos sentidos com a matéria.


11. AJUDE A SEGUEMENTAR A INFORMAÇÃO EM PEQUENOS BLOCOS

Contruir pequenos blocos de informação permite uma recordar e interpretar os assuntos de forma mais fácil, do que tentar memorizar grandes quantidades de informação em simultâneo. Inicie com a informação a básica da matéria, construindo e somando outros blocos de informação a partir daí, num processo progressivo. Organize a informação com títulos, listas e cores para facilitar a recordação posterior do seu filho.


58 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Dicas para a promoção da autoestima infantil

A autoestima é uma qualidade do Ser Humano com muito impacto na forma como este se sente e relaciona com os outros. Por ser tão importante ter essa qualidade consolidada, é um dever dos pais/educadore