top of page
  • Foto do escritorAlexandra Gomes

Quando os professores acreditam no melhor dos alunos


Quando os professores acreditam e investem no melhor dos seus alunos, demonstram um compromisso com o seu desenvolvimento académico, emocional e pessoal, com contributos significativos para a autoestima e para o desempenho dos mesmos.

 

Acreditar e investir nos alunos é transmitir-lhes o quão estes são importantes para os professores, para a sua prática profissional e para o cumprimento da sua missão enquanto educadores.

 

Os professores manifestam o seu interesse pelos alunos de várias formas, entre elas:

 

1. Dar orientação individualizada, identificando as habilidades e os interesses únicos de cada aluno e ajudando-o a desenvolver o seu potencial máximo.


2. Propor desafios adequados e estimulantes aos alunos, permitindo-lhes superar limites atuais e promovendo o seu crescimento cognitivo e criativo.


3. Fornecer feedback específico e construtivo sobre o desempenho dos alunos, ajudando-os a orientá-los na direção certa, destacando as suas realizações e identificando as áreas a melhorar.


4. Oferecer oportunidades de liderança, tais como liderar projetos de turma ou clubes de estudantes. Desta forma permitem que os alunos desenvolvam habilidades de liderança e trabalho em equipa.


5. Dar apoio emocional através da escuta ativa, do aconselhamento e do encorajamento, quando necessário, especialmente durante períodos mais desafiantes ou de transição.


6. Incentivar o desenvolvimento pessoal dos alunos, para além do cognitivo, incluindo competências sociais, autoconfiança, humildade, empatia e resiliência.

 

Quando os professores investem no melhor dos alunos, estão a contribuir para a formação de cidadãos capacitados, confiantes e comprometidos com a sua aprendizagem ao longo da vida. Esta postura não só beneficia os alunos como a comunidade em geral, promovendo um ambiente de aprendizagem positivo e inclusivo.

 

30 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

O risco social do défice de comprometimento humano

Quando se fala em “défice de comprometimento humano” entende-se, de forma mais ampla, como a forma de relacionamento enfraquecida entre as pessoas em diversos contextos sociais, profissionais e ambien

Quando as crianças exigem demais delas próprias

“Perfecionismo”: característica humana, segundo a qual são estabelecidos altos padrões de desempenho, acompanhados por avaliações muito críticas e pela intransigência perante falhas ou erros; elevado

Ensinar a bondade às crianças em tempos de guerra

Em pleno século XXI, vários são os conflitos e as guerras geradores de ainda mais medo e agressividade entre nós. Estes, não se cingem aos armados, mas também aos de valores, como uma característica s

Comments


bottom of page