• Alexandra Gomes

Vontade que seja Natal

Estamos em Dezembro!


Os dias estão menos claros, a chuva marca o seu lugar e o frio, timidamente, tenta aparecer e ficar, mas ainda por breves momentos.


Seja de que forma for, por entre resquícios pandémicos e uma guerra que parece não ter fim, é ávida a vontade de estar entre luz, calor, músicas animadas e sorrisos com esperança. Todos têm vontade que seja Natal!


Algumas rádios já passam as clássicas músicas de Natal, o comércio já se vestiu de Natal, os corações já têm vontade que este seja um Natal de amor e esperança e as luzes das cidades, embora ainda não estejam acesas, já lá estão, ansiosamente à espera, de serem ligadas e iluminar até os locais mais sombrios!


Tudo parece estar pronto!


E os nossos corações?


Desde as crianças aos adultos, o espírito de Natal deve entrar e ficar, hoje mesmo, nos corações. Ser generoso, empático com os outros, lembrar-se de quem está sozinho, oferecer um bocadinho de si, escutar os lamentos de uma vida, desejar um bom dia e uma noite tranquila, perdoar quem possa ter sido menos afável e ter a coragem de elogiar quem é especial, fazendo-o sentir-se importante na sua vida.


Como diz a poetisa:

O Natal está a chegar.

Se for limpar a casa: limpe antes o coração.

Se for enfeitar a árvore, comece com gratidão.

Se for acender as luzes: acenda primeiro as da oração.

Se for comprar os presentes: coloque amor em cada um.

Se for preparar a ceia: inclua no cardápio paz, fraternidade e união.

103 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

O desgaste que é provocado pelo exercício da atividade de ensino, tem impacto significativos na saúde mental dos professores, sendo, por isso, importante que sejam aplicadas metodologias e abordagens

Quando se fala em Bullying, espontaneamente considera-se como sendo uma realidade grave entre crianças. Mas o Bullying é também uma realidade entre os adultos, particularmente entre os professores, co

O Halloween, sendo uma data comemorativa multicultural onde se homenageiam os que morreram, fascina crianças, jovens e adultos. Apesar de ter origem pagã, os cristãos incluem a data nos seus calendári