• Alexandra Gomes

A Habilidade Social como Competência da Inteligência Emocional

A religiosa católica, Madre Teresa de Calcutá, afirma que “Não devemos permitir que alguém saia da nossa presença sem se sentir melhor e mais feliz”.


Esta afirmação refere-se a uma competência interpessoal, essencial da Inteligência Emocional: a Habilidade Social.


A Habilidade Social traduz-se na capacidade de ser empático, na capacidade de ler, sentir e compreender as emoções do outro e, desta forma, inspirar e interagir com o outro. Assim, o indivíduo com esta competência desenvolvida, mais facilmente tem capacidade na gestão de relacionamentos e na assunção da responsabilidade pela forma como os sentimentos com quem interage, são condicionados.


Com esta competência interpessoal – Emocional – desenvolvida, o indivíduo torna-se mais positivo, prestável e humilde; elogia genuinamente, tem mais aptidão em respeitar o outro e lida mais facilmente com as diferenças.

223 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

A importância do brincar no desenvolvimento infantil

As brincadeiras têm um papel muito importante na vida das crianças, pois, entre vários motivos, contribuem para a promoção do seu desenvolvimento psicoemocioal. Por isso, é muito importante que todas

Uma emoção em crise: Amor-Próprio

O Amor-Próprio significa ter estima e confiança por si próprio e é fundamental para criar uma relação saudável com o próprio e com o outro. Quando se sente esta emoção, tão presente na própria vida, s

Gostar de estudar…. Acessível a todos

Embora “estudar” seja um conceito muito vago e, várias vezes, de difícil “digestão”, a realidade é que, por algum momento, qualquer um gostou (ou gosta) de estudar. Há sempre algo que suscita interess