top of page
  • Foto do escritorAlexandra Gomes

A origem dos gritos nas birras

As birras frequentemente vêm acompanhadas por gritos. Segundo a autora Ana Guilhas, o grito é uma manifestação da própria voda, de força, intensidade, vitalidade e desejo de viver.


A maior ou menor dificuldade dos adultos em gerir os gritos dos seus filhos está relacionada com a sua já capacidade em controlar os seus impulsos e regular as próprias emoções.

O papel do adulto na gestão dos gritos nas birras dos filhos deve começar na prevenção. Desta forma diminui a frequência das birras e tende a diminuir a intensidade. Em seguida, é necessário compreender a razão pela qual a criança escolhe os gritos como um forte aliado para as suas birras.

Algumas são as respostas que justificam a adoção dos gritos pelas crianças, como uma manifestação das suas birras. Ana Guilhas constata que os gritos infantis, resultam de fatores como:

  • O temperamento da criança, que integra, naturalmente, a fase das birras;

  • O reflexo da forma de comunicação predominante em casa. Se estiver rodeada de um ambiente comunicativo agressivo e com muitos gritos, a criança não só modela esses comportamentos como exterioriza a tensão daí decorrente, gritando também;

  • O resultado da vivência emocional da estrutura familiar.

  • Uma estratégia de ganhos pessoais, na medida em que os pais acabam por ceder ao pedido da criança, para impedir que continue a gritar.

Estas são algumas hipóteses que permitem compreender o que está em jogo nos momentos de gritos. Elas servem para que os pais possam perceber o motivo da sua manifestação. Quando as causas dos gritos são externas, devem ser ajustadas e trabalhadas de forma a libertar a criança de algo que não é seu; aí viverá as birras de forma mais livre e natural. Se a razão dos gritos estiver associada ao temperamento da criança e à sua forma de manifestação da frustração pessoal, aí a ajuda passa pelo ensino de estratégias de regulação emocional.


73 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Como atuar quando as crianças têm pesadelos frequentes?

Como foi referido num artigo anterior, os pesadelos recorrentes em crianças podem ser causados por uma variedade de fatores, perante os quais é necessário atuar com sensibilidade e cuidado, de forma a

תגובות


bottom of page