top of page
  • Foto do escritorAlexandra Gomes

A origem dos gritos nas birras

As birras frequentemente vêm acompanhadas por gritos. Segundo a autora Ana Guilhas, o grito é uma manifestação da própria voda, de força, intensidade, vitalidade e desejo de viver.


A maior ou menor dificuldade dos adultos em gerir os gritos dos seus filhos está relacionada com a sua já capacidade em controlar os seus impulsos e regular as próprias emoções.

O papel do adulto na gestão dos gritos nas birras dos filhos deve começar na prevenção. Desta forma diminui a frequência das birras e tende a diminuir a intensidade. Em seguida, é necessário compreender a razão pela qual a criança escolhe os gritos como um forte aliado para as suas birras.

Algumas são as respostas que justificam a adoção dos gritos pelas crianças, como uma manifestação das suas birras. Ana Guilhas constata que os gritos infantis, resultam de fatores como:

  • O temperamento da criança, que integra, naturalmente, a fase das birras;

  • O reflexo da forma de comunicação predominante em casa. Se estiver rodeada de um ambiente comunicativo agressivo e com muitos gritos, a criança não só modela esses comportamentos como exterioriza a tensão daí decorrente, gritando também;

  • O resultado da vivência emocional da estrutura familiar.

  • Uma estratégia de ganhos pessoais, na medida em que os pais acabam por ceder ao pedido da criança, para impedir que continue a gritar.

Estas são algumas hipóteses que permitem compreender o que está em jogo nos momentos de gritos. Elas servem para que os pais possam perceber o motivo da sua manifestação. Quando as causas dos gritos são externas, devem ser ajustadas e trabalhadas de forma a libertar a criança de algo que não é seu; aí viverá as birras de forma mais livre e natural. Se a razão dos gritos estiver associada ao temperamento da criança e à sua forma de manifestação da frustração pessoal, aí a ajuda passa pelo ensino de estratégias de regulação emocional.


70 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Impacto da Violência Doméstica no Desenvolvimento Infantil

A violência doméstica pode ter impactos significativos no desenvolvimento infantil, condicionando o bem-estar pessoal da criança a curto, médio e longo prazo. A exposição frequente a episódios de conf

Como promover a felicidade nas relações familiares

A família é um lugar de apoio, orientação e acolhimento desde o primeiro momento da nossa vida e, por isso, um pilar fundamental. É na família que aprendemos a amar, a comunicar e a compreender a impo

bottom of page