top of page
  • Foto do escritorAlexandra Gomes

Aceitar as vicissitudes da vida e aprender com elas: Uma oportunidade de crescimento pessoal


Aceitar as vicissitudes da vida e aprender com elas é uma habilidade valiosa que traz benefícios significativos para o bem-estar e o crescimento pessoal. Esta aceitação implica algumas abordagens que ajudam a vivenciar todo o processo de forma tranquila e positiva.


Há coisas que acontecem e. nesse momento, há sempre um caminho a escolher com consequências específicas para cada um. Aceitar a realidade como ela é, sem negar ou evitar, é o primeiro passo. Isto não significa gostar da situação, mas, antes, reconhecer que ela existe.


Nestas alturas é importante praticar a gentileza consigo próprio, reconhecendo as emoções sentidas e dar-se permissão para sentir tristeza, frustração ou raiva.


Porque as emoções (in)felizmente têm um período limitado, é importante desenvolver a resiliência para com as negativas e, assim, recuperar, mais facilmente, as adversidades. A prática da resiliência requer manter uma atitude positiva, procurar apoio psicossocial e aprender com as experiências.


Uma parte das vicissitudes da vida não depende do próprio e está tudo bem pois a responsabilização pessoal permite que se controle a resposta a essas transformações o que, por si só, gera uma sensação de bem-estar. Porque tem essa habilidade, o ser humano deve encarar estas situações como oportunidades de aprendizagem e crescimento pessoal. Inclusive para ajudar neste processo é interessante usar um diário da gratidão para ajudar a focar-se nos aspetos positivos da vida, mesmo nos momentos mais desafiantes.


Em todo o processo de mudança e transformação é importante, também, definir metas alcançáveis que ajudam a manter a motivação e o foco, proporcionando um sentido de propósito e direção.


Nestas fases é muito relevante assegurar a saúde psicoemocional e garantir práticas de autocuidado como exercícios, alimentação saudável e meditação, a fim de melhorar a capacidade em lidar com o stresse e com essas contrariedades. Além disso, conversar com amigos, familiares ou profissionais ajuda, também, a obter novas perspetivas e receber apoio emocional. Desta forma, simultaneamente, aprende-se a desapegar de expectativas rígidas e a abraçar a impermanência das situações, aliviando o sofrimento pessoal e abrindo espaço para novas possibilidades.


Em suma, aceitar as vicissitudes da vida e aprender com elas é um processo contínuo que requer prática e paciência. Ao desenvolver essas habilidades transformam-se desafios em oportunidades de crescimento e desenvolve-se um sentimento de paz e a realização pessoal.

 

23 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Como ajudar os jovens a lidar com a frustração

Quando os jovens se sentem frustrados é crucial entender a fonte da frustração e ajudá-los a desenvolver mecanismos saudáveis para lidar com ela. Várias são as situações que podem causar frustração no

Comments


bottom of page