top of page
  • Foto do escritorAlexandra Gomes

Gerir expectativas: a falácia da desilusão


Gerir expectativas é uma habilidade importante para lidar com situações de vida de forma mais saudável e realista.


Frequentemente, escuta-se de forma pesarosa, pelo emissor da mensagem, “tive uma desilusão…Estou desiludido”, quando a expressão emocional deveria ser oposta.


Não é negativo ficar desiludido, mas sim estar iludido. A desilusão é simplesmente ausência de ilusão.


Quando a ilusão é negativa.

Estar iludido ou ter expectativas irreais pode levar a deceções significativas. Quanto mais altas forem as expectativas, maior é a ilusão e maior é o distanciamento da realidade. E este estado pode levar a sentimentos de frustração, tristeza ou desespero.


Quando a desilusão é positiva

A desilusão pode ser percecionada como positiva, na medida em que ajuda as pessoas a reconhecerem a realidade e ajustarem as suas expectativas. Embora a desilusão possa ser desconfortável e até dolorosa, ela também pode ser uma oportunidade de crescimento e aprendizagem. Quando encaram as desilusões de forma construtiva, as pessoas têm a oportunidade de se adaptar, ajustar os seus planos e expectativas e desenvolver uma perspetiva mais realista e resiliente.


É importante salientar que a desilusão positiva não significa que as pessoas devem buscar ativamente situações em que serão desapontadas. Em vez disso devem ser realistas, avaliar as situações com clareza e lidar com as expectativas de forma adaptativa.


A substituição de expressões como “ilusão negativa” ou “desilusão positiva”, deve ser baseada nas seguintes características, assumindo uma abordagem equilibrada na gestão de expectativas, tais como:


- Manter expectativas que se baseiem na realidade e nas informações disponíveis, sendo objetivo, e considerando os diversos cenários.


- Focar-se no processo e no esforço colocado nas ações e não nos resultados. Desta forma é reduzida a pressão por obter resultados perfeitos e apreciado o próprio progresso.


- Perspetivar cada situação como uma oportunidade de aprendizagem. Analisar o que errou para, numa próxima oportunidade, fazer diferente.


- Aceitar que nem sempre as coisas correm conforme o planeado e está tudo bem. Desta forma mantém uma postura saudável e compassiva em relação a si próprio.


Em síntese, a abordagem mais equilibrada é a de manter expectativas realistas, adaptar-se às situações e encontrar oportunidades de aprendizagem e crescimento nos momentos de desilusão.

43 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

A primavera chegou! Como “viver ao sabor” da estação

A primavera chegou e com ela o sol (embora nem sempre manifestado nos últimos tempos), os dias maiores, o despertar de alguns animais e o colorido das flores. Sendo nós parte integrante da Natureza e

Comments


bottom of page