top of page
  • Foto do escritorAlexandra Gomes

O ensino organizado por semestres: principais vantagens

Atualmente, o ano letivo português está organizado semestralmente.


Embora, como todas as mudanças, requeira um reajuste com alguns condicionalismos, o processo de ensino e a avaliação tornam-se mais focados no aluno. A avaliação do aluno não se centra apenas nos resultados dos testes, mas é mais holística e resultante de vários momentos (e não apenas de dois).


Se por um lado, os alunos possam queixar-se do aumento do número de trabalhos, projetos ou questões de aula, por outro, o peso da avaliação dos testes, distribui-se segundo vários critérios. Este tipo de avaliação confere, ao aluno, maior responsabilidade e capacidade na gestão do tempo e das tarefas a realizar. Trata-se, também, de uma avaliação que considera, com maior ponderação, as life skils, tão importantes para a formação de seres humanos e futuros profissionais de sucesso. Desta forma o conhecimento do professor sobre o aluno aumenta e a apreciação é mais ponderada e regulada.


O sistema de avaliação organizado em três períodos não é distribuído equitativamente, já que os dois primeiros períodos são maiores e o terceiro normalmente muito curto, com muitos conteúdos para serem cumpridos e com as exaustão e desmotivação, e o respetivo desinvestimento dos alunos no processo de aprendizagem.


Já a organização semestral permite que haja mais tempo para trabalhar com os alunos, através dos projetos, mas também para recuperar de eventuais dificuldades.


Esta nova organização avaliativa enobrece a avaliação qualitativa, a par da avaliação quantitativa e distribui-se em vários momentos, tornando a avaliação efetivamente contínua. A avaliação semestral implica, também, o investimento em trabalhos de grupo, projetos e atividades experimentais.


Em suma, esta nova organização curricular dá mais oportunidades aos alunos, no seu processo de aprendizagem e os professores têm mais tempo para recolherem evidências de avaliação dos seus alunos.


897 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Como atuar quando as crianças têm pesadelos frequentes?

Como foi referido num artigo anterior, os pesadelos recorrentes em crianças podem ser causados por uma variedade de fatores, perante os quais é necessário atuar com sensibilidade e cuidado, de forma a

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page