• Alexandra Gomes

(Para mim) Ser mãe é...

(Para mim) ser mãe é, antes de mais…não querer ser uma mãe perfeita… Não temos filhos perfeitos, mas, desde que nascemos, tentamos melhorar, dia após dia, e este é um grande desafio.


(Para mim) ser boa mãe é querer superar-me, dia após dia, e, tendo presente que as quedas certamente ocorrerão, mas garantindo o levantar e o persistir… o seguir em frente.


(Para mim) ser boa mãe é conseguir que os filhos se inspirem e modelem o que eu sou, mais do que o que digo… As palavras valem o que valem, se o exemplo demonstrar o oposto.


(Para mim) ser boa mãe é ser empática: é conseguir (ou fazer por…) compreender o que os filhos estão a sentir. É colocar-me no seu lugar, é usar a sua linguagem e conseguir chegar até eles…


(Para mim) ser boa mãe é conseguir colocar amor num “não”.


(Para mim) ser boa mãe é querer ser melhor (mulher, amiga, profissional) e através desse exemplo inspirar os filhos a querer ser boas pessoas.


(Para mim) ser boa mãe é chegar ao fim do dia e saber ver o que se pode melhorar para o dia seguinte…


33 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

É transversal à maioria dos pais, a preocupação pelo futuro dos filhos, em detrimento da criação de bases do dia a dia. Verifica-se uma diretriz parental que defende que os filhos só devem obedecer, p

O autocontrolo emocional e comportamental, como foi referido num artigo anterior[i], é uma das premissas básicas para um desenvolvimento emocional equilibrado. Crianças com reduzido autocontrolo emoci

É do conhecimento comum que a forma como os pais educam e perspetivam os filhos influencia o tipo de adultos em que se tornam. Os filhos, enquanto crianças, absorvem tudo o que os pais falam, como se