top of page
  • Foto do escritorAlexandra Gomes

“Quando me sinto sozinho na minha turma…”


Sentir-se sozinho na turma, sentir que não tem amigos, pode ser uma experiência desafiante e emocionalmente difícil. No entanto existem maneiras de lidar com esta situação e começar a sentir-se mais próximo e conectado com os colegas da turma. Seguem-se algumas estratégias que podem ajudar:


1. Ser aberto e amigável. Tentar aproximar-se dos colegas com um sorriso na cara e uma atitude positiva; cumprimentá-los e estar disposto a iniciar conversas.


2. Iniciar conversas. Tentar iniciar conversas com os colegas, mesmo que seja uma simples saudação. Às vezes, pequenas interações podem ser o primeiro passo para construir amizades.


3. Fazer perguntas e mostrar interesse. Fazer perguntas sobre os interesses do outro, partilhar experiências e dar opiniões. Desta forma cria conexões com os colegas mais rapidamente.


4. Participar nas atividades da turma. Quanto mais participar, mais oportunidade tem de interagir com os outros.


5. Envolver-se em grupos de estudo. Estudar com um grupo de colegas é uma forma eficaz de os conhecer melhor, num ambiente académico mais informal.


6. Voluntariar-se para trabalhos de grupo. Ao voluntariar-se para integrar grupos de trabalho é um meio eficaz de construir relacionamentos.


7. Procurar interesses comuns. Descobrir interesses comuns com os colegas e usar isso como ponto de partida para conversas e interações.


8. Estar aberto a novas amizades. Por vezes, é mais confortável focar-se num pequeno grupo de pessoas ou em alguém específico, mas estar disponível para fazer novos amigos e conhecer diferentes pessoas é muito importante e enriquecedor.


9. Ser gentil consigo próprio. O facto de se sentir sozinho não justifica a severidade com que se percepciona. É normal passar por fases assim e este é um estado emocional comum a muitos jovens.


10. Envolver-se em atividades extracurriculares. Participar em clubes, equipas desportivas ou grupos de interesse que correspondam aos seus interesses. Desta forma são criadas oportunidades de conhecer pessoas com interesses semelhantes.


11. Ser paciente. Construir amizades leva o seu tempo e é normal que as relações se desenvolvam gradualmente.


12. Ser autêntico. Não ser alguém que não é apenas para se integrar. Amizades verdadeiras são baseadas na autenticidade.


13. Conversar com um adulto de confiança. Seja o professor, o psicólogo ou outro adulto em quem confie, falando sobre os seus sentimentos de solidão, é vivenciar a oportunidade de receber orientação e suporte.


14. Usar recursos online. Atualmente, as redes sociais e aplicações de mensagens são um meio de se conectar com colegas. No entanto, é importante seguir as diretrizes da escola para o uso responsável dessas ferramentas.


Fazer amigos leva tempo, por isso há que ser paciente e persistente. À medida que se relacionam entre si e manifestam o seu interesse mútuo é provável que construam relacionamentos significativos e o sentimento de solidão é substituído pelos de pertença e bem-estar pessoal.

43 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

A dificuldade em cumprir as resoluções de Ano Novo

O Ano Novo começou e com ele as inúmeras resoluções para que este ano seja “O Ano”. No entanto, ano após ano, as metas que em janeiro pareciam ter tanta força…ficam no papel. O que parece fácil no iní

A importância de ter um Propósito de Vida

O ano está a terminar e, nesta altura, a maioria das pessoas faz uma retrospetiva sobre o ano a findar, as conquistas realizadas, as perdas vivenciadas e as aprendizagens obtidas para, no final, atrib

bottom of page