top of page
  • Foto do escritorAlexandra Gomes

Simplesmente estando: o papel dos Centros de Atividades de Tempo Livre


As férias de verão chegaram!


Depois de um ano letivo marcado por longos tempos letivos e por inúmeras atividades desportivas e musicais chega o tempo de descanso.


Por legítimas incapacidades em estar com as crianças, os pais mantêm-nas inscritas nos Centros de Atividades de Tempo Livre (CATL’s). Até aí, é o que é e está tudo bem! A questão é que, tanto as crianças como os seus pais querem que as atividades extracurriculares se mantenham e que continuem a dedicar-se às mesmas, o que resulta em muito pouco tempo livre para brincar (livremente) ou apenas descansar.


Então, como pode ser otimizado o tempo das crianças nos CATL’s?


Empaticamente pensando, ao longo de 9 meses, as crianças vêem-se imersas num horário estruturado, sempre a fazer algo num tempo determinado, para serem boas no que fazem. Tais atividades produzem um efeito positivo no desenvolvimento das crianças, mas, como tudo, o excesso de atividades e a agenda sobrecarregada tem um efeito oposto, prejudicando-as, emocional e comportamentalmente. Nestes meses o tempo livre é inexistente.


Estudos recentes têm vindo a comprovar que, cada vez mais, o tempo livre é benéfico para o desenvolvimento das crianças. A investigação conclui que estas se sentem mais felizes e satisfeitas nos momentos em que não obedecem continuamente a horários. Nestas alturas as crianças têm mais tempo para escolher as próprias atividades, potenciando a sua criatividade e a sua tomada de decisão, conviver com os amigos de quem gostam e afastar-se das suas responsabilidades desse ano letivo.


Assim, é importante que, mesmo frequentando os CATL’s no tempo de férias, nessas semanas as crianças tenham, pelo menos um dia por semana livre, em que no próprio CATL haja verdadeiros dias livres: sem atividades definidas, apenas materiais e espaço à disposição de todos para fazerem o que querem, com quem querem ou não fazer nada,” simplesmente” estando!


Desta forma, mesmo em tempo não letivo, contribuímos de forma mais positiva para o crescimento saudável das crianças e a preparação para um futuro melhor.


42 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comentários


bottom of page