• Alexandra Gomes

Chegaram as férias: estudar ou descansar?

Finalmente chegaram as férias!! Após (mais) um ano de confinamentos, isolamentos e aulas on-line, intercaladas com aulas presenciais, as crianças e os jovens sentem-se cansados, saturados e clamam por (merecidas) férias.


Nos últimos dois anos, as férias tornaram-se particularmente importantes e necessárias para recuperar energias, encontrar o equilíbrio interior e ter repouso físico e psicológico.


Assim, quebrar a rotina, com tempo real de lazer, é essencial para depois, reorganizar, de forma mais produtiva, as tarefas que se aproximam.


Usar as férias para fazer mais do mesmo, para estudar, colmatar matérias menos bem apreendidas e fazer fichas de trabalho, dificilmente resulta com amigos disponíveis, dias quentes de sol, atividades variadas e fins de tarde solarengos.


Neste tempo, os alunos têm pouca vontade para estudar, principalmente se for no início das férias. No final, parecem tolerar e compreender melhor a necessidade de estudar, na medida em que assim preparam o recomeço letivo com algum cuidado, após o salutar distanciamento dos manuais, do estojo dos cadernos.


Segundo o Professor e Pedagogo Renato Paiva (2014), as férias são feitas para aproveitar e saborear os melhores momentos, com os amigos e com a família. São estes momentos de disponibilidade física e emocional que permitem enriquecer as interações entre os elementos da família, sobretudo com as crianças. Por isso, durante o tempo de férias, não devem falar em escola nem em trabalho, ficando estes assuntos para os últimos dias.


Adicional ao tempo de descanso, a leitura é uma atividade sempre recomendável, na medida em que entretém, cativa e mantém o cérebro num trabalho cognitivo constante, contribuindo para a consolidação de competências escolares. Mesmo para os alunos com dificuldades de leitura, esta é uma atividade recomendada. E a leitura é variada: desde um livro, a uma banda desenhada, ao jornal diário, à revista desportiva ou de tendências de moda, tudo são motivos para promover o gosto por esta atividade!

65 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Ser mais que as avaliações escolares*

Mesmo numa pandemia, num estado de sobrevivência remediativo, as avaliações escolares tiveram e têm um impacto significativo nas crianças e, sobretudo, nos pais das crianças. Mais uma vez, pelo segund

Ideias para estudar nas férias…brincando

Chegadas as férias, os pais procuram alternativas divertidas para…estudar! Poucos (ou ninguém) querem estudar nas férias de maneira tradicional e totalmente focados nos assuntos escolares. Aliás, nas

Como gerir o uso da internet nas férias escolares

Nos dois últimos anos de pandemia, o recurso à internet tornou-se uma espécie de “boia de salvamento”, uma janela para o mundo de todos, confinados na fuga a um vírus que ainda continua a matar indife