top of page
  • Foto do escritorAlexandra Gomes

Crianças felizes…


O maior desejo de (quase) todos os pais é que os seus filhos sejam felizes!


Ao verem que, à medida que crescem, os seus filhos vão-se tornando mentalmente fortes, capazes de se adaptarem a qualquer situação e viverem bem consigo e com os outros, são indicadores que estão a desempenhar um bom papel enquanto pais.

Ainda que as crianças possam ter mudanças de humor, derivado das situações que vão vivenciando ao longo dos dias (na realidade não é saudável estar alegre todo o dia, todos os dias), existem comportamentos naturalmente característicos de crianças felizes.



Crianças felizes demonstram afeto


Crianças felizes têm maior facilidade em expressar as suas emoções, sobretudo com as pessoas mais significativas para si. Embora possam não ter uma forma específica de demonstrar o seu carinho, estas atitudes costumam ser espontâneas, imprevisíveis e geradoras de bem-estar pessoal.

Cabe aos pais valorizarem cada ação das crianças, desde a sua oferta de uma pedra à realização de um desenho. Para as crianças, esta é a sua demonstração de amor puro e incondicional.



Crianças felizes fazem planos e são motivadas


As crianças que crescem num ambiente emocionalmente saudável e feliz têm vontade de fazer várias coisas e descobrir o mundo que as rodeia. No entanto, esta planificação é distinta em cada fase desenvolvimental, na medida que é por volta dos 7 anos que as crianças começam a pensar no futuro (mesmo que próximo) e a sonhar com ações que podem desenvolver a médio e longo prazo.



Crianças felizes riem-se muito e têm sentido de humor


Crianças felizes riem com frequência e gradualmente vão desenvolvendo o seu sentido de humor. Crianças felizes gostam de fazer rir os outros e à medida que vão desenvolvendo a sua linguagem, expressam mais formas de manifestar o seu sentido de humor.

Os pais devem promover esta competência, dando o exemplo, socializando, fazendo piadas e brincadeiras em família.



Crianças felizes são otimistas


Ser otimista ou positivo tem que ver com uma forma de estar perante a vida, que facilita a adoção de pensamentos positivos nas situações mais adversas. Por exemplo, uma criança feliz, perante um acontecimento que não lhe agrade tanto, acaba por ver o lado positivo, pois desagrada-lhe a vivência prolongada de um estado ânimo negativo.



Crianças felizes gostam de brincar


O ato de brincar tem um duplo impacto nas crianças: desenvolve a sua personalidade e promove habilidades fundamentais nas mesmas.

Por isso, é muito importante que as crianças tenham tempo para brincar de forma livre, para que possam criar cenários onde manifestem a sua criatividade. O brincar é uma atividade em que os adultos também devem participar, na medida em que fomenta a aprendizagem mútua, são ativadas memórias felizes da infância e são criados momentos de família tão importantes no desenvolvimento saudável de todos os elementos.



Crianças felizes gostam de estar em família


Quando as crianças se sentem felizes no ambiente que as rodeia, elas querem partilhar os momentos de brincadeira com os familiares, querem participar em atividades domésticas como ajudar na confeção das refeições e querem participar do diálogo em família (ajustado à sua idade, claro!).



Crianças felizes gostam de brincar com os pais


Desta forma traçam pequenos planos para passar um tempo divertido com os pais, sem se remeterem aos ecrãs e sem terem de sair de casa.



Crianças felizes são corajosas e seguras de si


Crianças felizes têm maior autoconfiança e uma boa autoestima, mesmo tendo os seus momentos de menor segurança ou ter algum complexo. Quando os têm, estas crianças reconhecem-no e aceitam-no, focando a sua atenção nas suas características positivas.


Crianças felizes, ao sentirem-se bem consigo próprias e sabendo que podem contar com os seus pais sempre que precisarem, têm maior facilidade em ter iniciativa e enfrentar novos desafios.



29 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

É um pesadelo ou um terror noturno? Como distinguir

Por vezes, durante a noite, quando deveriam descansar após um dia ativo e preenchido, as crianças têm um sono agitado, com alguns pesadelos, o que faz com que despertem cansadas e com irritabilidade.

Bình luận


bottom of page