top of page
  • Foto do escritorAlexandra Gomes

Lidar com filhos (sobre)dotados


Identificados os fatores condicionantes de uma relação salutar entre irmãos, sendo um deles sobredotado, os pais destas crianças têm como desafio promover uma relação saudável entre si.


Segundo Silvia Díaz (@madreaventura), “promover a comunicação aberta, o respeito mútuo e a valorização das diferenças podem ajudar a superar muitos dos obstáculos identificados”.


Em seguida, apresentam-se algumas estratégias que podem ajudar a promover uma relação saudável entre os irmãos, sendo um deles sobredotado.


Promover o trabalho em equipa. Mesmo respeitando os gostos e interesses pessoais dos filhos, é importante encontrar atividades em que ambos possam participar e dar o seu “cunho pessoal”. Desta forma é promovida a cooperação e o trabalho em equipa entre os filhos, o que potencia o respeito mútuo e a admiração das habilidades e dos talentos um do outro.


Evitar comparações. É muito importante, em qualquer prática parental, e ainda mais quando um dos filhos é sobredotado, evitar papéis, etiquetas e comparações entre os filhos, evitando, assim, gerar rivalidades e ressentimentos entre os irmãos.


Reconhecer as diferenças. Cada criança é única e especial, tendo as suas próprias necessidades e habilidades e os seus interesses. Independentemente do seu coeficiente de inteligência, esta afirmação é válida para cada criança e deve ser fomentada de forma individual, animando-a e ajudando-a a desenvolver as suas capacidades.


Promover o respeito mútuo. Ensinar os filhos a respeitarem e a valorizarem as diferenças de cada um ajuda a promover o apoio mútuo na superação dos desafios e no alcance dos objetivos.


Proporcionar a todos os filhos oportunidades que se adequem à especificidade de cada filho, quanto às suas habilidades e aos seus interesses.


Passar tempo de qualidade e exclusividade com cada filho. Os filhos precisam também de se sentir importantes e únicos na família. Assim, é importante os pais investirem um período, por dia, com cada filho, fomentando o seu sentido de pertença.


Promover a comunicação aberta. Os pais devem incentivar os filhos a falarem sobre os próprios interesses, objetivos e desafios. Para isso, devem credibilizar os filhos, não relativizando o seu entusiasmo ou a sua desilusão perante as vicissitudes da vida.


Sendo mais ou menos seguidores destas estratégias de implementação, antes de mais importa que seja promovido entre os irmãos uma relação saudável, respeitosa e livre de comparações entre eles.


39 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

A primavera chegou! Como “viver ao sabor” da estação

A primavera chegou e com ela o sol (embora nem sempre manifestado nos últimos tempos), os dias maiores, o despertar de alguns animais e o colorido das flores. Sendo nós parte integrante da Natureza e

Comments


bottom of page