• Alexandra Gomes

Os benefícios da escrita no desenvolvimento integral


A escrita, desde sempre foi considerada uma ferramenta com múltiplos benefícios para a criança, o jovem e o adulto.


Antes de mais, a escrita representa uma forma de comunicação com o mundo. É um meio de registo dos pensamentos, tornando-os intemporais.


Uma das formas de imortalizar o ser humano é através do registo das suas ideias e dos seus pensamentos. Como são graciosos os primeiros registos das crianças, os quais são amorosamente guardados para serem recordados, sempre que assim se deseje!


Especificamente, escrever tem vários benefícios, os quais são transversal e terapeuticamente reconhecidos. Entre esses benefícios encontram-se os seguintes:


Expressão emocional – a inibição dos sentimentos tem efeitos prejudiciais para o ser humano, psíquica e fisicamente; através da escrita há a possibilidade de expressar esses sentimentos e garantir uma saúde mental e emocional equilibrada.

Organização do pensamento – a escrita dos pensamentos, a organização do discurso escrito ajuda, também, a organizar o discurso interno. Descrever por palavras que se pensa, promove o a clareza do pensamento. Afinal a forma como se escreve é o espelho de quem se é e de como se está.

Projeção – a escrita “aleatória”, sem ter um tema definido, pode ser considerada uma forma de projeção, pois através dela, o mundo interno de cada um é transportado para o papel; como escreve, o que escreve e as palavras que utiliza são fatores que vão refletir o mundo interno de cada um.

Estimulação cognitiva – a escrita é uma competência cognitiva complexa que envolve várias competências mentais como a atenção, a perceção, a motricidade, a memória, a codificação e a descodificação de símbolos. Assim, através da escrita estes processos mentais são trabalhados e desenvolvidos.

Metacognição – a metacognição (capacidade de pensar sobre o próprio pensamento e aprender a regulá-lo) é uma competência que deve ser orientada desde cedo no desenvolvimento humanos. É através da metacognição que cada um se vê em perspetiva. Então, ao ler os registos que fez no passado, é criada a possibilidade de se distanciar, percecionar o que estava a sentir ou a pensar sobre determinado acontecimento, em determinada altura.

Autoconhecimento – não menos importante, a escrita sobre o próprio ativa o conhecimento sobre si e é, muitas vezes, um catalisador da expressão do que de mais íntimo há em si e que, de outra forma, dificilmente poderia fazê-lo.


Cada vez são mais claros os benefícios da escrita e esta deve ser promovida logo na infância e reiterada na adolescência.


Que tal começar a escrever hoje?

29 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

O desgaste que é provocado pelo exercício da atividade de ensino, tem impacto significativos na saúde mental dos professores, sendo, por isso, importante que sejam aplicadas metodologias e abordagens

Estamos em Dezembro! Os dias estão menos claros, a chuva marca o seu lugar e o frio, timidamente, tenta aparecer e ficar, mas ainda por breves momentos. Seja de que forma for, por entre resquícios pa

Quando se fala em Bullying, espontaneamente considera-se como sendo uma realidade grave entre crianças. Mas o Bullying é também uma realidade entre os adultos, particularmente entre os professores, co