• Alexandra Gomes

A importância do desenvolvimento das life skills

O desenvolvimento humano compreende a aquisição e o trabalho de dois tipos de competências, de skills: as hard skills e as soft skills.


As hard skills referem-se às competências que são aprendidas em contextos formais de educação e que permitem o acesso ao mercado de trabalho. Contudo, estas competências por si só, são insuficientes. Atualmente, a contratação para um posto de trabalho, prioriza as soft skills do colaborador, em detrimento das hard skills, por representarem características promotoras da estabilidade profissional que se pretende de um colaborador. O sucesso profissional não depende, apenas, das competências técnicas mas também das competências de vida – life skills.


Umas das mais importantes soft skills, sendo também das mais desafiantes, são as habilidades emocionais pessoais de cada um, isto é, a capacidade em identificar, conhecer, controlar e regular as próprias emoções.


Trabalhar a Inteligência Emocional implica o desenvolvimento de duas das múltiplas inteligências apresentadas por Howard Gardner (1983), na sua “Teoria das Inteligências Múltiplas”: a Inteligência Intrapessoal – a capacidade que tem para lidar consigo próprio – e a Inteligência Interpessoal – a capacidade que tem para lidar com o outro.


Ao serem trabalhadas as próprias emoções, o indivíduo desenvolve a sua autogestão, isto é, a capacidade que tem em controlar os próprios impulsos, e adquire ou valida competências pessoais como a autoconfiança, a integridade

Psico-emocional, a resiliência, a gestão pessoal, a auto-motivação e a determinação pessoal.


À medida que o indivíduo vai trabalhando as suas competências emocionais, mais facilmente: compreende o contexto em que se integra; acolhe a situação vivenciada e mesmo não se identificando com ela, identifica o que quer mudar; aprende a gerir conflitos; desenvolve competências de escuta ativa, e; consegue expor as próprias ideias.


Por estes motivos, a inclusão no currículo escolar, de uma área de formação relacionada com a Inteligência Emocional, assume uma importância determinante no sucesso pessoal e académico de todos os alunos.


44 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

O nascimento de um filho representa o desejo de o fazer feliz, tranquilo e distante de todos os perigos. Os pais temem pela sua felicidade e a vontade de sentir as dores pelos filhos é inigualável. A

Nesta altura do ano, as crianças e os jovens das escolas portuguesas encontram-se em época de testes e exames. Esta fase é um desafio, não só para eles como para quem reside com eles. Acrescido ao que

Quem disse que era fácil educar, não o fez com a melhor das intenções! Educar é tão apaixonante, como desafiante, por isso, começar por assumir que educar é uma arte complexa e inacabável permite que