• Pedro Botelho

Dicas para uma Alimentação Saudável nos Adolescentes (parte 2)

Ter atenção aos comportamentos de risco e dietas restritivas


É muito importante a família estar atenta e presente na vida do adolescente, identificando fatores de risco nutricional como o tabaco, a ingestão de álcool e bebidas energéticas, hábitos de sono desregulados, entre outros.

Por outro lado, devem estar atentos de forma a perceber se os seus filhos saltam refeições, se enveredam por dietas restritivas ou milagrosas, se tomam suplementos para a preda de peso ou se estão a fazer uma dieta vegetariana sem acompanhamento profissional.


Ter uma rotina saudável

É muito importante que a família tenha uma rotina alimentar com horários pré-determinados, todos juntos à mesa e sem distrações como televisão, computadores ou telemóveis.


Fazer atividade física

Estimule a atividade física. Será uma boa forma de aliviar a tensão, de corrigir postura, fortalecer a musculatura, etc.

Incentive-os a serem mais ativos, a andar mais a pé ou a usar escadas.


Beber água!

Incentive o consumo de água. Pode ser aromatizada com infusões, com hortelã, gengibre, etc.


55 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Não são poucos as crianças e os jovens que manifestam dificuldade em fazer amigos. Algo que deveria ser espontâneo e que, para alguns, é tão natural, para outros torna-se uma tarefa hercúlea e inibido

Chegou o verão! Com ele chegaram as férias escolares, os dias longos, as noites quentes, o simplesmente estar e o descansar de um ano com resquícios pandémicos! Passados 2 longos anos, ainda que o vír

Continuando a nossa viagem pelos elementos que se configuram como indispensáveis para o crescimento na infância, hoje é a vez de falarmos sobre o cálcio. O cálcio é considerado essencial para o cresci